domingo, 29 de julho de 2012

Pôr do Sol



À tarde
foi embora
mas fazendo
muita manha.

Pintou
com batom vermelho
as bochechas
da montanha.

                                                        Neusa Sorrenti. Chorinho de riacho e outros poemas para cantar.

Dinâmicas



DINÂMICAS

Recreio com cores – a docente prepara cartões coloridos de acordo com o número de alunos. Exemplo: 04 cartões de cada cor – azul, amarelo, verde, vermelho, branco e laranja para distribuí-los aleatoriamente entre 24 crianças. Propõe então, um recreio diferente: " Hoje vocês passarão o recreio com os(as) coleguinhas que receberem a mesma cor do cartão que cada um de vocês receberá. É uma oportunidade de nos conhecermos melhor ainda. Será um recreio colorido, diferente e, no retorno, conversaremos sobre as experiências de cada grupo." A professora distribui os cartões e solicita que antes de saírem para brincar e lanchar, que se organizem nos grupos e conversem sobre a cor recebida (o que ela simboliza para cada um, o que existe nessa cor...)

A reflexão após o recreio é de extrema importância para a construção dealguns valores.
Correio da Amizade – Sortear entre os colegas um "Amigo Secreto", escrever para ele; a turma e a professora vão até o correio e esperam pelo momento da revelação em casa, ou seja, o dia em que as correspondências chegarem nas residências de cada um!
  • Cada turma fixa uma caixa de correio (feita de caixa de sapato) no lado de fora da porta da sala de aula. Durante um determinado período, as turmas vão trocando correspondências. Para culminar o trabalho, pode-se planejar um piquenique entre elas.
  • Cada criança escreve um bilhetinho para um colega que "deixou magoado".
Cantinhos – nos murais de sala, alguns cantinhos podem ser organizados. Exemplos: "Recadinhos do Coração" (os alunos fixam bilhetes para crianças que retornam às aulas após um período de faltas, expressam sentimentos espontâneos ou observações sobre as atitudes dos colegas, por meio da escrita ou do desenho... e a docente vai trabalhando e estimulando.) / "Galeria do posso, não posso" (cada aluno confecciona duas telas em pintura expressando por meio de desenhos atitudes de grupo- "posso, não posso". A professora expõe as telas e discute-se, a partir daí, as normas de atitudes entre os integrantes da turma que irão vigorar durante o período letivo. Dessa forma, o comprometimento é maior, ou seja, são eles quem elaboram as regras.

Atividades em cadernos – trabalhando sentimentos e emoções:

HOJE ESTOU ASSIM...
(A professora cola um círculo nos cadernos para que as crianças desenhem nele, a expressão facial conforme o que sugere o título.)
PORQUE... (os alunos justificam por meio da escrita o porquê de estarem alegres, tristes, com medo...) Conforme a percepção da professora regente, ela vai resgatando alguns valores como: companheirismo, amizade, segurança, união, compreensão...

VOCÊ MORA NO MEU...
Cada criança escreve dentro do coração o nome de um(a) colega e, em seguida, registra por meio da escrita o que pensa e sente por ele(a). Exemplo: "Você é especial, muito amigo!"

ABC dos valores:
A-AMOR
B-BONDADE
C- CARINHO
D- DEDICAÇÃO
E- ESPERANÇA...
(Os alunos opinam, registram e ilustram!)

ALFABETO DA AMIZADE:
A – AMOR É INDISPENSÁVEL ENTRE AMIGOS.
B – BONDADE É SERVIR A PESSOA QUE ESTÁ PRÓXIMA A NÓS.
C – COMPANHEIRISMO É O QUE SINTO QUANDO ESTOU JUNTO DE VOCÊ...
(Cada aluno cria o seu "Alfabeto da Amizade" , escrevendo para cada letra do alfabeto uma frase iniciada por ela. Podem ilustrá-las.)

ACRÓSTICOS:
Amor
Mais compreensão
Igualdade
Gostar do outro
Ouvir os colegas


Riqueza interior é o que vale
Experimente esse sentimento de paz
Sinta a emoção de ser feliz
Pense no bem-estar da humanidade
Espere um outro sorriso quando você sorrir
Inverta uma atitude não amiga demonstrando a sua amizade
Tenha respeito pelo outro
Ouça seu coração e siga a caminhada com sabedoria e tranqüilidade.
(Com alguns valores, os alunos criam acrósticos!)

A MINHA LUZ ESTÁ ACESA QUANDO...
 (Após o conto do livro: "Se ligue em você", os alunos realizam essa atividade, registrando dentro da estrela um BOM SENTIMENTO!)
NA ESCOLA:
FICO ALEGRE QUANDO...
SINTO QUE TENHO UM AMIGO QUANDO...
RESPEITO O OUTRO QUANDO...
(Os alunos completam frases como essas em seus cadernos.)

Emocionômetro – É um quadro de pregas com quatro "caretinhas": ALEGRE, TRISTE, MEDO, NORMAL(sem grandes emoções). Os alunos encaixam seus nomes na fileira da caretinha que expressa como estão se sentindo naquele dia e, em seguida, verbalizam o porquê.
A turma conversa e, se for o caso, propõe alternativas para resoluções de determinados problemas.




A saga do rio dos contos



“Hô Sinho”, venho aqui te falar,
De um moço viajado que correu um bocado,
Nasceu na Serra da Tromba,
Lá pros lado de Piatã,
Passou na cidade de Dom Basílio, Tanhaçu e Jequiié,
Onde deu banho em muitos “cabocos”, “Criança” e “muier”,
Que até hoje tá de pé,
Correu ele ainda por Jitaúna, Ipiaú, Itagibá, Barra do Rocha,
Ubatã, Ubaitaba e Aurelino Leal,
Diz ainda o povo por lá,
Que camarada feito ele, nunca viu igual,
Mas, ele sempre deixou bem claro,
Que sua viagem tinha destino marcado,
E nem adiantava ficar chatedao,
Sua foz tinha que desaguar no “Atrantico”,
Mas ele disse também
Que não ia ficar sempre longe não,
Porque ele é amigo, ele é irmão,
Por isso ele desembocaria ali, nas marés,
Na cidade bonita de Itacaré,
Outro dia eu tava no alto no alto feito gavião,
Era levado pelas asas de um avião,
Ele tava”magrin”, desnutrido,
Doeu um bocado vê ele assim,
Ele, que corria ligero,
Era “limpin” e sem graça,
Parece resto de cachaça esquecido nun bar,
Perguntei: meu amigo que faço para lhe ajuadr?
Ele disse: chama o povão de toda região,
Pedi pra tirar o lixo e deixar o esgoto na mão,
De um metro em sim, um metro não,
Vai demorar,
Mas só assim eu volto a engordar,
Tá certo meu amigo, vó passar a informação,
E tenho certeza que tu voltarás a ser meu Rio de Contas,
Meu ribeirão.